quarta-feira, 14 de maio de 2014

COLO DE MÃE

Magda Farias

Seria bom se todos filhos,
Pudesse um dia sentir o colo de mãe
Todos esse filhos,filhos que à vida
Não trouxe à mesma sorte,filhos que não
Foram desejados e nem tão pouco amados...

Em tempos: jogados em lixeiras,deixados
Ainda em maternidades,doados à orfanatos
Filhos sem mães,mães que não souberam
Amar ou talvez não puderam amar e dar
Seu colo.

Lembro! quê ainda criança, deitava minha
Cabeça em colo de mãe e ali ficava horas
Recebendo seu afago era tanto amor...

Lembro!quê já na adolescência,
Vinha como não queria nada, mais nada era pouco
Diante de tudo que queria, seu colo!

Deitava e espera o seu carinho o seu conforto...
Meus pensamentos, ferviam... mais sua mão os acalmavam.
Era pequenos gestos, mais de um imenso amor...

Amor que só mãe, pode dar... nos momentos mais
Difíceis, pena que muitos filhos não tiveram esse
Colo de mãe.



Postar um comentário