terça-feira, 8 de abril de 2014

MEU FILHO


Magda Farias

Quando vejo hoje meu filho
vejo um pouco de mim...
Hoje não mais criança,
Aquela criança que corria
pela casa...trazendo alegrias.

Que brincava, chorava, corria e sorria,
Quando doente parecia que o
céu desmoronava em mim não
tinha jeito, ainda sem jeito...
mais mãe como outras o abraçava
e lutava como uma leoa...

uma Leoa que luta até o fim
pela sua cria, assim eu era...
Hoje já adulto, olho para ele
e vejo um pouco de mim...

Aquele menino que virou homem,
um pouco aventureiro, que têm gostos
parecidos, que luta pelo que quer...
Que sonha... Que gosta de viver...
que passa alegria...

Me sinto feliz! tenho muita alegria,
por ter conseguido vê-lo criado,
e hoje alegra à nossa casa com
seu skate, seu violão e teclado,
E ainda um tênis jogado pela casa...

Um filho um pouco diferente mais igual
Há muitos outros, filhos de mães que os
amam, um filho que quase nunca vi uma bola
de futebol pela casa, pois sua paixão não é
à bola mais sim um skate.

Com bola ou skate! tanto faz o que me
deixa feliz é sua alegria, seu viver, seu
querer viver de uma maneira intensa...
à vida.

Rio,08/04/2014.

Postar um comentário