sábado, 22 de março de 2014

CARLOS E SUA MÁQUINA


Magda Farias

Quando imagino um menino
 na pacata cidade mineira,
"Itabira" correndo pelas ruas...

Quando imagino um adolescente,
Atrás de sua máquina de escrever
Escrevendo lindas poesias...

E mais tarde já adulto,
encantando com suas escritas
em livros e inspirando muitos
adolescentes à ler e escrever.

Ele não era um simples Carlos!
Ele ficaria na História,
Com suas obras inspirando jovens
Em um tempo que não foi nada fácil...

Eu imagino que foi orgulho para sua
Família um menino que veio de uma cidade
Pequena e tornou-se grande homem.

Em nossa história deve ser sempre lembrado
E nunca jamais será esquecido...
Meu Mestre, meu inspirador...

Com sua mente brilhante ele escrevia
Atrás de sua máquina de escrever.
Ele não foi um simples Carlos!

Fica em minha lembrança um homem que veio
Para transformar nossas vidas mais doce...
Saudações ao mestre!
Carlos Drummond de Andrade.
















Postar um comentário