terça-feira, 23 de dezembro de 2014

UMA CARTA PARA NOEL


Escrevi um carta para Noel!
Nessa carta fiz alguns pedidos,
Pedi para que no próximo ano,
-Traga-me uns cem anos de vida,
-Alguns milhões em conta bancária,
-Uma mansão na beira mar,
-Um lindo carro importado,
-Um jatinho particular,
-Um verdadeiro amor...
-Muita saúde...
Noel não respondeu à carta,
Fiquei preocupada,redigi de novo,
Só que agora mandei om line...
Mesmo assim não respondera...
Mandei de novo pelo E-mail,Facebook,
Até pelo whatsApp enviei...
Já cansada e sem esperança de resposta,
Noel respondeu:
Minha cara não respondi à mais tempo
pois achei que enviara a carta errada,
Mais devido sua insistência, resolvi então
responder, irei fazer algumas trocas em seus
pedidos se caso esteja de acordo enviarei
em breve antes do "Natal"
-Te darei os anos que você precisara viver
-Darei não milhões mais o suficiente que
precisara para ter uma vida digna.
-uma casa modesta não luxuosa,em um
lugar que você possa ter bons amigos...
-um carro simples que possa desfrutar bons
momentos...
-No lugar do jatinho,já terá um carro que será de
grande valia.
-um verdadeiro amor! esse talvez você já
tenha e ainda não percebeu...
-Muita saúde é o que muitos almejam, mais
saiba que às vezes precisamos passar por
determinadas situações para poder apreender...
Saiba que o Natal é renovação,
renovar alguns conceitos,momento de reflexão,
Alguns pedidos não estavam na sua carta,
Mais darei à você sabedoria,humildade,solidariedade,
gratidão,paz,equilíbrio, e acima de tudo amor no seu
coração.
Me despeço desde já e que no próximo ano
Eu possa atender logo sua carta.
Ass: Noel

Magda Farias

Magda Farias

sábado, 20 de dezembro de 2014

PRISIONEIRA


Em uma cela presa e encurralada,
Tempo passado, revirado e relembrado
Passo os meus dias presa.

Presa em um canto escuro e
Vejo os meus dias passarem por
Uma frecha de luz...

Luz! seria tão bom ver o amanhecer
Em luz brilhante, que o sol me traga
Lá fora, fora dessa cela de dias
Sombrios e amargura...

Triste o meu viver não era o meu
Querer, sofro e grito! mais meu grito
Tão silencioso que poucos escutam...

Nessa cela escura e fria vejo minha
Vida passar e sangrar de dor...
Doe tanto, doe muito! o arrependimento
Com esse grito incessante de dor...

Magda Farias



domingo, 9 de novembro de 2014

ACREDITO...

Acredito no destino
Acredito que nada é por acaso
Acredito que uma folha não caia
sem à permissão de "Deus"
Acredito na fé...
Acredito na força de "Deus"...
Acredito na vida...

Magda Farias

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

PLANOS...

Magda Farias

Temo em sonhar e fazer planos futuros,pois nossos sonhos
e planos feitos nem sempre é permitido por "Deus".


domingo, 2 de novembro de 2014

TIVE UM FLASH

Magda Farias

Tive um flash! olhei pela janela
Tive uma visão, um clarão...
Visão de um tempo passado,

Tempo que via você correndo,
Pelo quintal,debaixo da árvore,
Procurando à sombra...
Em dias de imenso calor...

vi também sua alegria contagiante
E sua disposição, correndo de um
lado à outro.

Procurava-me! e com sua alegria
Vinha até à mim quando chegava,
Chegava da rua de um dia de trabalho
Cansativo e com sua alegria
Contagiava-me...

Pude ver já cansado e desanimado,
Abatido e fraquejado em sua dor,
Meus olhos choravam, lágrimas
caiam...

Mesmo debilitado ainda posso sentir
Seu carinho, sinto como em um flash
Uma fotografia que não foi postada,
Postada por mim, vejo esse clarão.

Tive um flash, e como um flash bem rápido,
Vejo o seu retrato, de um tempo passado.
À dor, de talvez perder você...

E Como é rápido esse flash,
Flash de vida, como à vida corre em
Um segundo, um segundo eu vivi.



terça-feira, 28 de outubro de 2014

ALMA GÊMEA


Vem! aquece-me em seus
Braços, abrace-me e não
Fujas mais...

Loucamente te espero
Meu par, minha alma
Que seja gêmea.

Magda Farias


segunda-feira, 20 de outubro de 2014

VIVENDO ENTRE DOIS MUNDOS...


Como viver em mundos diferentes,
Viver em um mundo onde à realidade
E à imaginação passeiam tranquilamente
Sem pressa sem hora,
Vivendo sonhando e acordando
À todo instante...

Viver sorrindo e chorando
Vivendo em lembranças
Vivendo entre às nuvens
Buscando experiências
Refletindo sensações...

Como viver entre esses dois mundos;
Sem remoço e culpa
Viver sonhando...
Imaginando um mundo diferente
Um mundo que não é real!
Viver dividido ou dividida...

Entre à realidade e o imaginário
Viver dias de ilusão!
Dias de reflexão!
Dias Reais.

Esses são os dias de uma pessoa
Que escreve com emoção,
Que vive sem barreiras,
Sem fronteiras...
Dias de um poeta e poetisa,
Dias de simples poetar..

Magda Farias




POR ONDE ANDAS!

Por onde andas! deixaste saudade,
Seus passos não posso ver e nem
Tão pouco acompanhar...
Mais posso sentir-te,em meus
Pensamentos...
Sinto ainda em minhas lembranças,
Seu modo de falar e caminhar,
Escuto você,em um vazio...
Em um luar de noite fria,
Sinto você...
Sinto saudade,essa saudade que
Invade,faz-me sofrer e chorar...
Grito pelo seu nome em meus
Pensamentos,sinto você...
Por onde andas! Sinto essa saudade,
Que tortura-me, e desespera-me.
Por onde andas! você.

Magda Farias


terça-feira, 30 de setembro de 2014

ALMA EM PRIMAVERA

Magda Farias

Amanhecer, luz do dia...
O sol com seu brilho intenso,
Vem à primavera, linda primavera...

Sendo linda! vem ela! sorridente,
Lindas flores,rosas de todas às
Cores, meu espírito vibra e
Evolui com ela, primavera...

Linda primavera! posso te amar
Por dias, horas, e meses...
Sinto seu sorrir em cada, jardim...

Em cada planta, em cada ser
Desenhado,vejo com olhos de
Criança, o seu sorriso! em cada
Rosa com seu carinho, e sua
beleza... ó Rosas do meu jardim...

Meu coração vibra e pulsa todas
às manhãs, e como uma rosa
Bela, és à rosa mais bela do meu
Jardim! de tempo em primavera,
vejo à rosa mais bela, minha mãe
Nesse Jardim...







quarta-feira, 17 de setembro de 2014

SAIA JUSTA

Magda Farias em Inspiração e vida

Saia justa, tão justa em mim...
Saia de mim, essa saia justa.
Tão justa em fim...


UMA LOUCA EM MIM...

Magda Farias

Ando entre labirintos,
Busco por ela! que habita
Nesse lugar esquecido...

Mero esquecimento,
Fotografia desse rosto,
Rosto sem nome!
Nesse esquecimento...

Procuro refúgio em uma
louca, que habita em mim...
Nessa loucura, real !

Que habita em algum lugar,
Lugar que procuro!
Nesse labirinto dessa mente,
Mente... que tenta mentir.

Para esse lugar que habita em
Mim...nessa loucura real,
De uma louca real, que vive
Não tão igual.



sábado, 2 de agosto de 2014

SABE! JÁ TIVE...

Magda Farias

Sabe! já fiz tantas perguntas,
Já procurei tantas respostas,
Já sofri tantas vezes,
Já procurei tantos argumentos,
Já me arrependi tantas vezes,
Já chorei tanto que pensei que não teria mais
Lágrimas, mais já sorri de felicidade...
Já me apaixonei algumas vezes,
Já suportei tantas coisas,
Já me decepcionei...
Já corri na estrada,
Já tive um jardim florido,
Já vi o beija-flor posar na flor,
Já fui atras de um sonho,
Já quebrei à cara,
Já tive paciência,
Sabe! Já tive momentos de loucuras,
Sabe! já tive... e ainda terei... muitos beijos
E abraços...


terça-feira, 29 de julho de 2014

MERGULHO...

Magda Farias

Mergulhei em águas cristalinas,
Mergulhei em águas turvas,
Mergulhei em mar de emoções,
Mergulhando em nundo distante,
Procurei à chave da porta,
Procurei tanto! que minha força fora
Esgotada, tentei achar um caminho,
Nesse mergulho sombrio... mergulhei
Em sonhos obscuros, tive tantos
Pesadelos, Mergulhada nesse oceano
De emoções, procurava à chave.
Nesse oceano infinito de emoções,
Mergulhei em um mundo sombrio,
Tentei nadar de volta, minha força
Fora esgotada...
Mais decidi! fazer um novo mergulho...
E achei à chave que tanto procurava...


segunda-feira, 28 de julho de 2014

SINTONIA...

Magda Farias

Sintonia perfeita,
Sintonia foi feita,
Sintonia casual,
Sintonia tivemos...
Sintonia ao vento,
Sintonia em noite fria,
Sintonia com chuva,
Sintonia tivemos...
Sintonia foi feita,
Sintonia ao relento,
Sintonia com à lua,
Sintonia em noite fria,
Sintonia foi o beijo,
Sintonia que tivemos...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

VAZIO

MAGDA FARIAS

Ficou um vazio imenso...
Sinto uma tristeza profunda,
À casa ficou vazia.
Por mais que sabemos,
Eu e você que não podemos mais
Continuar nessa estrada juntos,
Palavras ficaram perdidas no ar,
Gestos Lembrados, sentimentos
Confusos.
Um buraco abriste em meu peito,
Uma dor insuportável...
Dialogo cortado, Frieza!
Em frases sem fim...
Foram muitos anos,
Muitos dias com esperança,
Que algo poderia mudar...
E mudou! não terá mais volta,
Todas chances foram esgotadas,
Embora o amor tenha acabado,
Quis ser sua amiga, Mais não deu.
Fiz tudo que estava em meu alcance,
Tentei Te ajudar...
Fico entre sentimentos confusos,
Por mais dura que seja com você,
Meus sentimentos foram jogados
Na lama...
Minha alma têm à sensação
Que nem tudo foi feito...
Entreguei você a sua própria
Sorte, espero que encontre um caminho
E seja Feliz...
Tentarei encontrar o meu...
Fico pensando se no fim fui
Intolerável, fiquei amarga,
Perdi o rumo, talvez seja isso
Que esteja precisando, um válvula
De escape...
Para encontrar um caminho,
Mais ao certo eu sei !
Que ficou, esse vazio...
Talvez passe! não sei quando.


quarta-feira, 16 de julho de 2014

POEIRA NO VENTO

Magda Farias

Existiu um tempo, que perdi tempo...
Perdi tempo! com coisas que
achava importantes...
Perdi o lado mais doce,
Perdi o lado mais sereno,
Teve um tempo! que quis tantas coisas;
Teve um tempo! que tive tantas coisas,
Hoje é o tempo! que não preciso de tantas
coisas... só preciso viver...


terça-feira, 15 de julho de 2014

CANSADA ESTOU...

Magda Farias

Sabe! às vezes me canso,
Canso de dias iguais,
De paixão sem calor,
De amor mal resolvido,
Canso desses dias tão iguais!
Finais de semanas sem emoções...
Me canso das mesmas pessoas!
Do mesmo disse me disse...
Canso dessa procura,
Canso dessa espera,
Cansada estou!
Que tédio! Meu amor...


,

sábado, 12 de julho de 2014

RETALHOS

Magda Farias

Como recortar,juntar e costurar,
Irei criar uma colcha de retalhos,
Muito colorida...
Com cores bem alegres,
Com os retalhos que à vida
Deixou-me...
Retalhos das lembranças,
Tempestade que à chuva
Deixou...
Juntarei pedaços de panos
Já desbotados!
E como em uma mágica
Irei colorir minhas lembranças,
Com às cores do arco-iris...
Juntarei todos os retalhos que
A vida deixou...

sábado, 5 de julho de 2014

TÊM DIAS...

Magda Farias

Dias de solidão,
Dias de conflito,
Dias de imperfeição,
Dias de compaixão...

Dias de solidão,
Dias de ingratidão,
Dias de desamor,
Dias de confusão,

Dias de solidão,
Dias de ausência,
Dias de paciência,
Dias de reflexão,

Dias perdidos,
Dias em vão,
Dias no ninho,
Dias sem asas,

Dias de reflexão,
Dias de solidão,
Dias com à vida,
Na mão...


sexta-feira, 4 de julho de 2014

BRASIL

Magda Farias

Hoje o Dia é especial,
O céu amanheceu mais azul,
O sol com Seu brilho, mais Amarelo,
E à Esperança, tem uma cor! o verde,
Verde nas ruas, nas Praias, nos rostos
Pintados, Somos um país que torce,
Pelo verde e amarelo, pelos nossos
Atletas, vamos com Raça, com garra,
Vamos Brasil rumo à vitoria,
E iremos torcendo e amando nosso
Brasil, sou brasileira com muito
Orgulho ... e com Dança, Dançando nossos
Atletas, que dança à outra seleção ...
Boa Tarde! Brasil mil ...


quinta-feira, 3 de julho de 2014

ENVOLVENTE...

Magda Farias

Na calada da noite, surpreende com
Seu instinto, natural que venha
Sorridente...
Envolvente que freneticamente,
Envolve em cada beijo,
Envolve em cada passo,
Passo à passo, laça e arrepia,
E freneticamente enlouquece,
Na cama desarrumada,
Fica seu cheiro, seu perfume
Que exala cada vez mais forte,
sua presença, fica marcada,
No lençol amassado, no sussurro,
No ouvido, segue à vontade,
De ter mais uma vez...Uma noite...
Na calada da noite...

domingo, 29 de junho de 2014

SENTI-ME ESTRANHA...

Magda Farias

Uma sensação de nunca ter estado ali,
tive essa sensação quando sua voz
dizia com uma força que eu desconhecia,
dizia; esqueça-me...

Podia ouvir antes de chegar em sua boca,
sua boca que salivava com palavras
escondidas...

Uma sensação arrebatadora que veio com
tanta velocidade que fiquei até tonta, pois
minhas pernas não se equilibrava parecia
que o chão sumia em meu pés,

Mais foi assim! simples como um não querer mais,
Com essa sensação que eu desconhecia, senti-me
uma estranha, intrusa e invasora de sentimentos.

uma pessoa que não equilibra suas próprias pernas,
Em um circo onde à equilibrista perde à platéia
e com sua cara pintada diz que é  o final
do espetáculo.


sexta-feira, 20 de junho de 2014

EU SEI...

Magda Farias

Eu sei que às vezes nos enganamos,
e muitas vezes repetimos enganos,
mais sei que aprendi à amar-me,
e isso me importa!
pois agente aprende...


Rio, 20/06/2014.



quinta-feira, 19 de junho de 2014

ACHEI QUE VIREI UM ROBÔ

Magda Farias

Quando os seus sentimentos ficam confusos
Você já não sabe o que sente se é Amor,
Carinho,admiração,respeito,tristeza,alegria
Saudade ou sei lá o quê!
Você se pergunta? o que está acontecendo...

Será que de humana virei um robô!
Quando às coisas acontecem e você
Não consegue definir se o que está
Sentindo é tristeza ou alegria,
Coragem ou fraqueza,

Robôs que foram feitos pelo homem
Não demonstram sentimentos ou emoções...
São alheios aos problemas sócias,
Questões raciais,
Ao individualismo da raça humana,

Será que talvez sejamos assim... como robôs!
Não! não posso ser um deles,
Tenho que voltar à sentir o que antes
Achava importante na vida...
Deixar à lágrima cair e sentir o coração
Bater mais forte...

Sentir! carinho,amor,saudade,tristeza
Alegria,sorrir,chorar,admiração,
Coragem e fraqueza.
Sentir-me grata...
pedi perdão e dizer eu te amo...

Bom! que eu só achei por um minuto,
Que tinha virado um deles
Agora vejo que não!
Foi só um breve momento de reflexão...
Ainda sinto! uma lágrima cair...


+

domingo, 8 de junho de 2014

SE EU MORRESSE AMANHÃ...

Magda Farias

Se eu morresse amanhã,
Morreria feliz...
Feliz por ter tido uma família.

Por ter conseguido
Viver... nesse mundo
De Ousadia, mundo competitivo
E ter sobre-vivido.

Morreria feliz por ter tido
Quase tudo o que quis,
Tive um marido,tive um casamento
feliz, de certo por um tempo...

Tive meu filho, um lar,uma família,
Tive meu trabalho,meu salário, minha
Saúde,tive fé em Deus e na vida...

Tive esperança, amei o próximo,
Tive amigos sinceros, amei minha
Família...fui feliz...

Não tive muito dinheiro,
Mais tive o suficiente,
O que podia ter...

Tive momentos felizes...e tristes...
Mais que ajudaram-me à fortalecer
O meu eu o meu viver...

Tive experiências felizes, e frustantes
Mais como sou humana,fraquejei alumas
Vezes, mais levantei e dei a volta por cima.

Sou filha do pó e do pó voltarei,
Sou uma alma que vive,
E viverei...

Posso dizer que fui amada,desejada,
Pelos amores que desejei, e fui feliz...
Por um momento ou por um estante,
Ou por uma vida... fui feliz...

Rio,08/06/2014.


sexta-feira, 6 de junho de 2014

JÁ MUDEI...

Magda Farias

Ja mudei de nome
Ja mudei de endereco
Ja mudei de Cidade
Ja mudei de País  

Ja mudei Tantas Vezes,
Ja mudei de Direção,
Ja mudei de Vontade
Ja mudei ...

Ja mudei de Sentimentos,
Ja mudei de Relógio,
Ja mudei de batom,
Ja mudei de tom,

Ja mudei de Música,
Ja mudei de idioma,
Ja mudei de religião,
Ja mudei ...

Ja mudei ...
Tantas Vezes,
Que Perdi Meu Chão ...

Rio, 2014/06/06

COPA DO MUNDO 2014

Magda Farias

Não posso deixar de falar,
E não posso deixar de ouvir,
Ouvir os gritos de alegrias que
Estão por vir...
Que Venha Copa do Mundo...
E Iremos torcendo pelo esporte,
Pelo futebol em todo o mundo,
Que venham! de braços abertos,
Estaremos torcendo em uma só
Corrente, com vibrações positivas,
Estaremos celebrando mais uma
Copa do Mundo.
Que venha copa de 2014.

Rio,06/06/2014.

quarta-feira, 4 de junho de 2014

TALVEZ...

Magda Farias

Talvez o amor seja o
Amor que roube à cena,
Amor que chega de mansinho,
Amor que chega como
Uma ventania...

Amor que deixa minha respiração ofegante,
Amor que deixa-me sem rumo sem direção...
Amor somos parecidos, parecidos até!

O outro dia, até à próxima vez,
Até o amanhecer e o entardecer,
Somos iguais! inconstantes e medrosos,

Talvez! queremos à mesma coisa,
Nos amar...
Ou não queremos nos entregar,
Fugimos... e assim vamos fugindo
De nós mesmo.




sábado, 31 de maio de 2014

MINHA VIDA VIROU UMA NOVELA!

Magda Farias

Capítulos de Drama,Comédia,Suspense
E ação... minha vida virou uma novela!
E ainda fico pensando na net...


VIVENDO DA ARTE

Magda Farias

Algumas pessoas que viviam da arte,morreram duas vezes;
Para que pudessem serem reconhecidos...


VERMELHO

Magda Farias

VERMELHO

Vermelho à cor da vida,
Vermelho à cor da emoção,
Cor da paixão e sedução,
Vermelho que vive,
No batom...
Lábios que brilham...
Provoca à sedução...
Que o beijo seja ardente,
Como é o vermelho...
À cor do pecado e dos
Apaixonados...
Que seja vermelho então...



sexta-feira, 30 de maio de 2014

LEMBRO DE VOCÊ

Magda Farias

Lembro da terra molhada,
Do cheiro do cigarro,
Da neblina em minha face,

Lembro daquela noite,
Lembro de cada detalhe,
Lembro do seu sorriso sem
Graça... da sua voz engasgada.

Como lembro! de cada detalhe,
Lembro do seu coração aflito,
do meu coração descompassado...

Lembro do seu cheiro,
do seu travesseiro,
do seu corpo ao encontro do meu...

Lembro do seu terraço,
Da fumaça do seu cigarro,
Do seu rosto sereno,
Do seu jeito de dormir...

Lembro do seu abraço,
Lembro do seu beijo ardente,
de paixão...
Lembro da sua vontade...

Lembro de cada detalhe!
Da sua inquietação ao dormir,
Do seu abraço à procura de
Mim...

Lembro do amanhecer,
Com ar sereno e feliz,
De ter estado aqui!
Lembro do seu beijo e abraço,
Lembro do seu terraço e cigarro,
Meu amor...





domingo, 25 de maio de 2014

QUANDO TE PROCURO

Magda Farias
                                                        
Procuro você nas minhas lembranças,
Em meus sonhos e meus desejos,
Em momentos que estou só.

Nos momentos que estou na multidão,
Procuro você; nos meus retratos nas
Datas festivas em minha caminhada...

Estou sempre à sua procura, sigo você
Todos os dias nos meus pensamentos.
Na minha vontade, sinto à sua falta...

Procuro você em um olhar, em um caminhar,
Em um aperto de mão, e continuo à procurar!
No meu dia à dia.

Procuro todos os dias do ano, dias de verão,
E inverno em um jardim florido,
Junto aos pássaros.

Caminho na areia da praia à sua procura.
E você só está no meu pensamento, não sai da
Minha cabeça.
Mais até quando irei procurar! por você...


quinta-feira, 22 de maio de 2014

HOMOFOBIA

Magda Farias

Gostaria de não escrever,
Escrever essas linhas,
Mais é preciso! Vivemos...

Em uma sociedade, onde
O preconceito, vive... e sobre-vive
Pode ser no Sertão, no Litoral,
Na favela, na cidade grande...

Não têm diferenças, em tempos modernos
Ele resiste, ao tempo que em tempos
Se ver ainda nas ruas, nas praças, nos bares,
Em qualquer lugar!

À discriminação, com os Homossexuais tão
Igual ainda no tempo da minha avô; o tempo
Muda mais o preconceito está ai!
Na cara, nas ruas...

Em tempos ele persiste e resiste...
Homofobia, de que Fabio virou Bia,
Que muitos não entendem o seu viver...
O seu querer...

E que Bia virou Fabio, e os Homofóbicos
Se esquecem que em sua Família,
Ainda poderão ter um Fabio ou uma Bia diferente
Do que queriam...


Obs: Digo que Fabio e Bia, não têm relação com
qualquer indivíduo,apenas; uma forma de versejar
e interagir com o texto descrito, bjs...



sexta-feira, 16 de maio de 2014

SABEDORIA DE POUCOS...


Magda Farias


Viver à vida, amando a vida...
Sabedoria de poucos,
Dance sempre! pois a vida
É uma grande dança...




À MÚSICA

Magda Farias

"À música é uma arte que é uma magia que nos encanta todos
os dias..."

quinta-feira, 15 de maio de 2014

MOMENTOS...

Magda Farias

"Têm momentos na vida que temos que decidir
Entre ficar ou ir..."


ESSA JORNADA

Magda Farias

Poetrix

Difícil essa jornada,
Nessa caminhada de
Dúvidas e incertezas...




quarta-feira, 14 de maio de 2014

CAPACIDADE

Magda Farias

Frases

"Só sabemos da nossa capacidade quando tentamos..."



COLO DE MÃE

Magda Farias

Seria bom se todos filhos,
Pudesse um dia sentir o colo de mãe
Todos esse filhos,filhos que à vida
Não trouxe à mesma sorte,filhos que não
Foram desejados e nem tão pouco amados...

Em tempos: jogados em lixeiras,deixados
Ainda em maternidades,doados à orfanatos
Filhos sem mães,mães que não souberam
Amar ou talvez não puderam amar e dar
Seu colo.

Lembro! quê ainda criança, deitava minha
Cabeça em colo de mãe e ali ficava horas
Recebendo seu afago era tanto amor...

Lembro!quê já na adolescência,
Vinha como não queria nada, mais nada era pouco
Diante de tudo que queria, seu colo!

Deitava e espera o seu carinho o seu conforto...
Meus pensamentos, ferviam... mais sua mão os acalmavam.
Era pequenos gestos, mais de um imenso amor...

Amor que só mãe, pode dar... nos momentos mais
Difíceis, pena que muitos filhos não tiveram esse
Colo de mãe.



NAUFRAGAR...

Magda Farias

Quando não existe total doação em uma relação
à tendência é naufragar...



terça-feira, 13 de maio de 2014

MUNDO DOS PASSOS

MAGDA FARIAS

POETRIX

DANÇARINO PERDEU-SE NO MUNDO
DOS PASSOS, PROCURO-TE!
NÃO QUERES VOLTAR MAIS...


sábado, 10 de maio de 2014

VOCÊ VEIO

Magda Farias

Sentindo sua falta...
Do seu sorriso meio sem graça,
De seus passos meio apressados,
Do seu olhar meio astuto
Como de uma águia.

Sinto sua falta...
Da sua voz rouca,
Do seu olhar à procura do meu,
Da sua procura por mim.

Sinto você presente! mesmo ausente,
Te sinto! por tudo isso...
Você sempre vem quando menos espero
Ou quando já te espero.

E já chega à minha procura,segue-me
com seu olhar, Meio assim... de águia,
Já sabe onde estou, e vem... e vem...
Até à mim.

Rio,28/01/2014.



O CIRCO

Magda Farias

Encontrei o equilibrista
Ele equilibrava-se e eu
Olhava assustada! mais
Ele alegrava-me...

Encontrei o mágico
Ele escondia e eu
Procurava, mais ele
Alegrava-me...

Encontrei o Domador
Ele domava aqueles
Animais e eu assustava-me...

Da cobra o leão e o Elefante
E eu ficava fascinada
E ele alegrava-me...

O Circo foi anunciado na cidade
E para à alegria da criançada,
Que esperava pelo palhaço fazer
Aquela palhaçada...e alegrar à mim
E a criançada.

Rio,09/05/2014.

quarta-feira, 7 de maio de 2014

ALMA GÊMEA

Magda Farias

poetrix

Vem! aquece-me em seus
braços, abrace-me e não
fujas mais...

Loucamente te espero
Meu par, minha alma
Que seja gêmea.

Rio,07/05/2014.



sexta-feira, 2 de maio de 2014

PERDER-ME


NÃO POSSO


RISQUEI DE GIZ

Magda Farias

Procurei apagar várias lembranças
De nossas vidas mais como em uma
Memória secreta, onde os segredos
Não são revelados...

Escondi vários momentos,
Escondi às noites mal dormidas,
Escondi quando te esperava,
Escondi quando te chamava...

Em um quadro escrevi tantos
Recados foram tantos giz gastado
Mais com apagador vinha e apagava...

Apagava nossos dias felizes,
Apagava nossos sonhos,
Apagava nossa memória,
E com giz eu riscava...

Riscava o seu nome do quadro
E em um memória secreta
Guardei apenas aqueles dias
Que fui mais feliz...

Rio,02/05/2014.

quarta-feira, 30 de abril de 2014

PAPPILLON

Magda Farias

Borboletas que já fora
uma lagarta
batem sua asas...

Gregos já diziam batem
suas asas ao encontro
da alma...

Rio,30/04/2014.