quinta-feira, 22 de agosto de 2013

FÊNIX

Magda Farias

Poetrix

Como Fênix! Asas abertas,
Voarei e renascerei...
Inúmeras vezes...





terça-feira, 20 de agosto de 2013

ROSA SECA


Por anda aquela rosa,
Rosa que não sinto
Mais seu cheiro...

Rosa que foi jogada
No canteiro.
Nesse jardim,
Não sobrou se quer
uma rosa.

Pela manhã podia
Sentir suas pétalas,
Pétalas que já não
Abrem mais...

Imensa tristeza sinto
Ao não vê-la !
Que para mim era
Rosa da primavera.

Rosa que ficou seca!
Murchou e caiu no
Chão.
Rosa que murchou
Dentro do meu coração.

Magda Farias