segunda-feira, 6 de junho de 2016

FIQUEI TONTA MEU AMOR

Às noites ficaram mais frias,
Os dias menos calorosos,
Depois de sua partida.

Foi tantos encontros e desencontros,
Tantas idas e vindas...
Tantas promessas ditas e não ditas.

Tantos,tantos, e tantos...
Que fiquei até tonta.
Tonta de disse e me disse.

E tonta eu fui por muitos anos.
Fui tonta e confesso que fui...
Tonta,tonta,tonta e tonta.

Mais como fui tonta de acreditar...
Em você! nas suas promessas.
E quanto disse e me disse...

Para dizer que! mais dizer o quê...
Dizer o quê à final... que fui tonta
Por acreditar nesse amor...
-Magda Farias


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

UMA POEMA PARA ''DEUS''

Fonte de toda minha vida
Inspiração de minha Alma
Força suprema meu "Deus"
Es meu criador...

Tu es o sol de meus dias,
Luz da escuridão,fonte de amor
e bondade, consolação...
Tu es para mim um oceano...

Meu equilíbrio!! minha paz suprema
Força em que procuro...minha
Fortificação tu es "senhor"

Os pássaros e arvores,
O verde, amarelo, azul
E branco de meus dias...

E tudo que é verdadeiro
E belo pois es o mundo
O criador dessa natureza...

Luz incandescente, estrela maior
Meu “Deus” meu pai criador tu es
A fé que procuro em meus dias...

Acalanto que procuro o refúgio...
Minha alegria es“Deus meu criador”
Meu amor... Maior...

Magda Farias

domingo, 4 de janeiro de 2015

ARRUMANDO À CASA


Troquei o sofá de lugar,
Coloquei lindas cortinas,
Um tapete no centro da sala,
Troquei o aparelho de telefone,
Troquei o número do telefone,
Troquei à chave!
Arrumei... meu quarto
No meu quarto! troquei à cama,
Troquei o travesseiro,
Coloquei lindas cortinas,
Na cozinha troquei
O retrato na geladeira,
Troquei os talheres,
Troquei os pratos,
No Banheiro troquei,
Às toalhas, lindas e vermelhas!
Troquei de nome,
Apaguei seu sobrenome,
Apaguei às lembranças,
Arrumei à casa para um novo
Ano...

Magda Farias


terça-feira, 23 de dezembro de 2014

UMA CARTA PARA NOEL


Escrevi um carta para Noel!
Nessa carta fiz alguns pedidos,
Pedi para que no próximo ano,
-Traga-me uns cem anos de vida,
-Alguns milhões em conta bancária,
-Uma mansão na beira mar,
-Um lindo carro importado,
-Um jatinho particular,
-Um verdadeiro amor...
-Muita saúde...
Noel não respondeu à carta,
Fiquei preocupada,redigi de novo,
Só que agora mandei om line...
Mesmo assim não respondera...
Mandei de novo pelo E-mail,Facebook,
Até pelo whatsApp enviei...
Já cansada e sem esperança de resposta,
Noel respondeu:
Minha cara não respondi à mais tempo
pois achei que enviara a carta errada,
Mais devido sua insistência, resolvi então
responder, irei fazer algumas trocas em seus
pedidos se caso esteja de acordo enviarei
em breve antes do "Natal"
-Te darei os anos que você precisara viver
-Darei não milhões mais o suficiente que
precisara para ter uma vida digna.
-uma casa modesta não luxuosa,em um
lugar que você possa ter bons amigos...
-um carro simples que possa desfrutar bons
momentos...
-No lugar do jatinho,já terá um carro que será de
grande valia.
-um verdadeiro amor! esse talvez você já
tenha e ainda não percebeu...
-Muita saúde é o que muitos almejam, mais
saiba que às vezes precisamos passar por
determinadas situações para poder apreender...
Saiba que o Natal é renovação,
renovar alguns conceitos,momento de reflexão,
Alguns pedidos não estavam na sua carta,
Mais darei à você sabedoria,humildade,solidariedade,
gratidão,paz,equilíbrio, e acima de tudo amor no seu
coração.
Me despeço desde já e que no próximo ano
Eu possa atender logo sua carta.
Ass: Noel

Magda Farias

Magda Farias

sábado, 20 de dezembro de 2014

PRISIONEIRA


Em uma cela presa e encurralada,
Tempo passado, revirado e relembrado
Passo os meus dias presa.

Presa em um canto escuro e
Vejo os meus dias passarem por
Uma frecha de luz...

Luz! seria tão bom ver o amanhecer
Em luz brilhante, que o sol me traga
Lá fora, fora dessa cela de dias
Sombrios e amargura...

Triste o meu viver não era o meu
Querer, sofro e grito! mais meu grito
Tão silencioso que poucos escutam...

Nessa cela escura e fria vejo minha
Vida passar e sangrar de dor...
Doe tanto, doe muito! o arrependimento
Com esse grito incessante de dor...

Magda Farias



domingo, 9 de novembro de 2014

ACREDITO...

Acredito no destino
Acredito que nada é por acaso
Acredito que uma folha não caia
sem à permissão de "Deus"
Acredito na fé...
Acredito na força de "Deus"...
Acredito na vida...

Magda Farias

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

PLANOS...

Magda Farias

Temo em sonhar e fazer planos futuros,pois nossos sonhos
e planos feitos nem sempre é permitido por "Deus".


domingo, 2 de novembro de 2014

TIVE UM FLASH

Magda Farias

Tive um flash! olhei pela janela
Tive uma visão, um clarão...
Visão de um tempo passado,

Tempo que via você correndo,
Pelo quintal,debaixo da árvore,
Procurando à sombra...
Em dias de imenso calor...

vi também sua alegria contagiante
E sua disposição, correndo de um
lado à outro.

Procurava-me! e com sua alegria
Vinha até à mim quando chegava,
Chegava da rua de um dia de trabalho
Cansativo e com sua alegria
Contagiava-me...

Pude ver já cansado e desanimado,
Abatido e fraquejado em sua dor,
Meus olhos choravam, lágrimas
caiam...

Mesmo debilitado ainda posso sentir
Seu carinho, sinto como em um flash
Uma fotografia que não foi postada,
Postada por mim, vejo esse clarão.

Tive um flash, e como um flash bem rápido,
Vejo o seu retrato, de um tempo passado.
À dor, de talvez perder você...

E Como é rápido esse flash,
Flash de vida, como à vida corre em
Um segundo, um segundo eu vivi.



terça-feira, 28 de outubro de 2014

ALMA GÊMEA


Vem! aquece-me em seus
Braços, abrace-me e não
Fujas mais...

Loucamente te espero
Meu par, minha alma
Que seja gêmea.

Magda Farias


segunda-feira, 20 de outubro de 2014

VIVENDO ENTRE DOIS MUNDOS...


Como viver em mundos diferentes,
Viver em um mundo onde à realidade
E à imaginação passeiam tranquilamente
Sem pressa sem hora,
Vivendo sonhando e acordando
À todo instante...

Viver sorrindo e chorando
Vivendo em lembranças
Vivendo entre às nuvens
Buscando experiências
Refletindo sensações...

Como viver entre esses dois mundos;
Sem remoço e culpa
Viver sonhando...
Imaginando um mundo diferente
Um mundo que não é real!
Viver dividido ou dividida...

Entre à realidade e o imaginário
Viver dias de ilusão!
Dias de reflexão!
Dias Reais.

Esses são os dias de uma pessoa
Que escreve com emoção,
Que vive sem barreiras,
Sem fronteiras...
Dias de um poeta e poetisa,
Dias de simples poetar..

Magda Farias




POR ONDE ANDAS!

Por onde andas! deixaste saudade,
Seus passos não posso ver e nem
Tão pouco acompanhar...
Mais posso sentir-te,em meus
Pensamentos...
Sinto ainda em minhas lembranças,
Seu modo de falar e caminhar,
Escuto você,em um vazio...
Em um luar de noite fria,
Sinto você...
Sinto saudade,essa saudade que
Invade,faz-me sofrer e chorar...
Grito pelo seu nome em meus
Pensamentos,sinto você...
Por onde andas! Sinto essa saudade,
Que tortura-me, e desespera-me.
Por onde andas! você.

Magda Farias


terça-feira, 30 de setembro de 2014

ALMA EM PRIMAVERA

Magda Farias

Amanhecer, luz do dia...
O sol com seu brilho intenso,
Vem à primavera, linda primavera...

Sendo linda! vem ela! sorridente,
Lindas flores,rosas de todas às
Cores, meu espírito vibra e
Evolui com ela, primavera...

Linda primavera! posso te amar
Por dias, horas, e meses...
Sinto seu sorrir em cada, jardim...

Em cada planta, em cada ser
Desenhado,vejo com olhos de
Criança, o seu sorriso! em cada
Rosa com seu carinho, e sua
beleza... ó Rosas do meu jardim...

Meu coração vibra e pulsa todas
às manhãs, e como uma rosa
Bela, és à rosa mais bela do meu
Jardim! de tempo em primavera,
vejo à rosa mais bela, minha mãe
Nesse Jardim...







quarta-feira, 17 de setembro de 2014

SAIA JUSTA

Magda Farias em Inspiração e vida

Saia justa, tão justa em mim...
Saia de mim, essa saia justa.
Tão justa em fim...


UMA LOUCA EM MIM...

Magda Farias

Ando entre labirintos,
Busco por ela! que habita
Nesse lugar esquecido...

Mero esquecimento,
Fotografia desse rosto,
Rosto sem nome!
Nesse esquecimento...

Procuro refúgio em uma
louca, que habita em mim...
Nessa loucura, real !

Que habita em algum lugar,
Lugar que procuro!
Nesse labirinto dessa mente,
Mente... que tenta mentir.

Para esse lugar que habita em
Mim...nessa loucura real,
De uma louca real, que vive
Não tão igual.



sábado, 2 de agosto de 2014

SABE! JÁ TIVE...

Magda Farias

Sabe! já fiz tantas perguntas,
Já procurei tantas respostas,
Já sofri tantas vezes,
Já procurei tantos argumentos,
Já me arrependi tantas vezes,
Já chorei tanto que pensei que não teria mais
Lágrimas, mais já sorri de felicidade...
Já me apaixonei algumas vezes,
Já suportei tantas coisas,
Já me decepcionei...
Já corri na estrada,
Já tive um jardim florido,
Já vi o beija-flor posar na flor,
Já fui atras de um sonho,
Já quebrei à cara,
Já tive paciência,
Sabe! Já tive momentos de loucuras,
Sabe! já tive... e ainda terei... muitos beijos
E abraços...